10 perguntas que você TEM que fazer para fornecedores de storage (Parte I)

Blog Deixe seu comentário - Leave a comment   , , , , ,

Empresas de todos os portes hoje têm que encarar um mesmo problema: onde ficarão armazenados seus dados com segurança? E tão problemático quanto isso é que o volume de dados que precisam ser gerenciados tem levado as empresas a ter que avaliar soluções de storage de portes e com funcionalidades que eles não estão acostumados e com preços de tirar o sono.

Se você está no meio de um projeto destes ou se ainda não se deparou com este desafio, conheça as 10 perguntas que precisam ser feitas ao fornecedor de Storage para se precaver de futuros problemas e mau entendidos:

1. QUANDO EU QUISER AUMENTAR O TAMANHO DE UM VOLUME LÓGICO, TEREI QUE MIGRAR OS DADOS E DEIXAR O VOLUME INDISPONÍVEL?

Muitas vezes um conjunto de discos começa a ficar cheio e você precisa aumentar sua capacidade agregando mais discos. Muitas soluções têm ferramentas muito boas para fazer isso. O problema é que poucas conseguem fazer isso sem impactar a disponibilidade dos dados já gravados. Uma migração tem que ser agendada, os dados migrados para um sistema intermediário e depois de volta para o sistema, ou seja, a migração de dados ocorre duas vezes, aumentando a possibilidade de corrupção e downtime dos sistemas.

2. QUANDO EU QUISER MUDAR A POLÍTICA DE RAID DE UM VOLUME LÓGICO, TEREI QUE REFORMATÁ-LO? QUANTO TEMPO ISTO LEVA?

Semelhante à pergunta anterior, isto é uma operação de reconfiguração do volume. Isso pode ser desejável quando, por exemplo, um volume acostumado a armazenar arquivos pequenos passa a receber arquivos gigantes (como vídeos ou imagens). Algumas políticas de RAID apresentam um desempenho péssimo em relação a arquivos grandes.

3. QUAL A MENOR ENCOMENDA DE DISCOS QUE POSSO FAZER? OS DISCOS TÊM QUE SER IGUAIS AOS DISCOS JÁ INSTALADOS?

Uma política de venda muito bem bolada, pelo menos do ponto de vista do fornecedor, vai exigir que você compre discos em conjuntos de no mínimo 6 ou 8. Acontece que isso não favorece você e nem seu orçamento, especialmente se os discos precisam ser idênticos, ou pior, tem uma interface proprietária. Como é crítico ter peças de reposição a disposição, você talvez tenha que comprar 6 discos sobressalentes e deixar na caixa aguardando uma falha.

4. O SOFTWARE DE GERENCIAMENTO DA SUA SOLUÇÃO PODE SER USADO COM SOLUÇÕES DE OUTRAS MARCAS?

Normalmente não. Muitas vezes isso é porque o software precisa de certos componentes de hardware que não são padrões para outras marcas. Muitas vezes a razão é mais simples – não querem que você compre outras marcas. Isso é uma pena dado que o software geralmente representa até 50% do preço da solução, um detalhe que eles não gostam de contar.

5. MEU PRÓPRIO PESSOAL TÉCNICO PODE FAZER MANUTENÇÃO BÁSICA SEM INVALIDAR A GARANTIA?

É, isso pode ser complicado. Por quanto tempo você pode ficar esperando a chegada de um pente de memória? Fonte? Placa de rede? Cooler? Tudo bem que a solução é de última geração, mas tem coisas que sua equipe deveria poder fazer sem prejudicar a garantia.

ATENÇÃO: Se você não gostar da resposta que o vendedor apresentar, então não aceite e não caia na conversa de que o que você está procurando não existe.

Próximo: 10 perguntas que você TEM que fazer para fornecedores de storage (Parte II)


Sobre o autor

Hunter Hagewood
Co-fundador e Diretor de P&D
Formado em Sistemas de Informação com mestrado em Ciência da Informação pela University of Tennessee. Atualmente é diretor da Nevoa Networks, tem 17 anos de experiência na área de soluções de dados e registra participação em importantes projetos de HPC tanto nos EUA quanto no Brasil.
Fundada em 2005 a Nevoa Networks é pioneira no mercado brasileiro em desenvolvimento de soluções de armazenamento virtualizado, tecnologia que permite a implantação de Cloud Storage em ambientes corporativos e data centers comerciais. Sua tecnologia torna mais acessível infraestruturas de capacidade ilimitada para organizações que geram e movimentam grandes volumes de dados.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários - Adicionar comentário

You must be logged in to post a comment.