Imagine uma máquina… capaz de gerar 15 petabytes de dados por ano.

Blog Deixe seu comentário - Leave a comment  


Foto: Maximilien Brice, CERN

Essa máquina não é só imaginação. O LHC ou “Grande Colisor de Hádrons” é um experimento localizado na fronteira entre a França e Suiça e é mantido pelo laboratório CERN. Os dados gerados pelo experimento representam por volta de 150 milhões de sensores gerando dados 40 milhões de vezes por segundo. Os dados fluem em uma velocidade de 700MB/s ou 15.000.000GB (15 petabytes) por ano. Se você gravasse tudo em CDs e os empilhasse, essa pilha atingiria 20Km de altura a cada ano! Talvez fosse melhor utilizar DVDs, ai seriam somente 100.000 DVDs cada ano…

Para analizar os dados gerados, o CERN construiu um “grid” computacional com 80.000 computadores ligadas em uma rede privada e super rápida, o Worldwide LHC Cumputing Grid. (Fonte)

Algumas curiosidades sobre o experimento LHC e o CERN:

1. Porque ele é chamado de Grande Colisor de Hádrons?

A primeira é a mais fácil: Grande porque ele é realmente grande. O LHC é um túnel circular com 27km de circunferência construído a 100m da superfície.

Colisor porque ele executa os experimentos através da aceleração e posterior colisão de prótons verificando que partículas surgem dessas colisões.

Hádrons são uma família de partículas subatomicas, como por exemplo, prótons e neutrons.

2. O que é o CERN?

Em 1952, onze países europeus juntaram-se para formar o Conselho Europeu para Pesquisa Nuclear (Conseil Européen pour la Recherche Nucléaire em francês, que forma o acronimo CERN).


(Crédito foto: captsolo [Flickr])

A World Wide Web foi iniciada por colaboradores do CERN: Sir Tim Berners-Lee e Robert Cailliau (Fonte)

3. Quanto custa e quem paga pelo experimento?

O LHC levou próximo a 30 anos para ser construído – e custou aos países membros do CERN e outros países participantes um valor estimado em US$ 6,4bilhões.

Se você fosse um dos responsáveis pela parte de armazenamento de dados do experimento, quais seriam suas sugestões para administrar os 15 petabytes gerados anualmente?

Próximo: Qual a técnica para armazenar petabytes de dados?

Sobre o autor

Fabio Gomes Ferreira
Co-fundador e Diretor de Operações
Formado em Sistemas de Informação pela Universidade Paulista com especialização em Gestão de Projetos pela UNICAMP e pós-graduado em Gestão Estratégica de TI pelo IBTA. Atualmente é diretor da Nevoa Networks, tendo 20 anos de experiência na área de Tecnologia da Informação, grande parte prestando consultoria em soluções nas áreas Financeira, ERP, Supply Chain e Virtualização.
Fundada em 2005 a Nevoa Networks é pioneira no mercado brasileiro em desenvolvimento de soluções de armazenamento virtualizado, tecnologia que permite a implantação de Cloud Storage em ambientes corporativos e data centers comerciais. Sua tecnologia torna mais acessível infraestruturas de capacidade ilimitada para organizações que geram e movimentam grandes volumes de dados.

Para saber mais…



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentários - Adicionar comentário

You must be logged in to post a comment.